Agir Comportamento

4 DICAS PARA AQUIETAR OS PENSAMENTOS

Existe inúmeras ferramentas para  impedir que o pensamento excessivo e a insegurança tomem conta de você.

O primeiro e mais importante passo é perceber que você tem esse problema e decidir fazer algo sobre isso. Sem essa escolha, nenhum método vai ser de grande ajuda, porque justamente… Você vai pensar demais e acabar duvidando desse método.

Então admita, pensar demais faz mal para você. Insegurança constante rouba sua energia e, assim, te impede de viver uma vida plena. Esses vícios são parte da constituição humana, até os milionários tem de lidar com isso; e vícios vão nos acompanhar até o fim da vida. Decida sempre os combater e nunca desista.

 Há  ” Três cérebros ”  que se unem para o aparecimento do  pensamento excessivo e a  insegurança

Temos três cérebros dentro do nosso crânio.

Océrebro réptil ” é responsável por todas as funções anatômicas e as emoções mais básicas.

O cérebro límbico” é responsável por emoções e interações sociais. Em grande parte, ele cria a mente subconsciente.

E por fim o cérebro racional”, no qual nossa mente consciente reside. Sua linguagem são:  linguagem propriamente dita ,as  palavras,as  abstrações e os símbolos.

Um sistema defeituoso de feedback entre os três cérebros resulta numa conversa consigo defeituosa. Vamos dar um exemplo

 Seu “cérebro réptil ”  encontra a cortisona (o hormônio do estresse) nas suas veias e manda o sinal: “Caramba, alguma coisa tá muito errada com a gente. Cuidado”.

Esse sinal agita o cérebro límbico e gera emoções de medo e ansiedade. Essas emoções atingem sua mente consciente e você diz para si mesmo: “Eu não tô bem. Eu tô com medo disso. Eu não vou conseguir e tudo vai desmoronar”.

Essas palavras geram ainda mais emoções negativas, e elas fazem com que mais hormônio do estresse seja produzido…

Isso é maluquice. Não é jeito de se levar a vida.

Se você quer inverter  esta  situação, você precisa de “empregar” sua mente consciente. Aqui estão maneiras muito eficazes.

1.Diário

Palavras, a linguagem estruturada em um ambiente natural para o seu cérebro racional. É o seu território, não da sua mente subconsciente.

Converse consigo no papel, não dentro da sua cabeça. Na sua cabeça, você leva uma surra do seu subconsciente antes de começar. Cada troca de palavras emite” zilhões ” de sinais no seu cérebro. Você reage a eles ao invés de agir. Você se torna presa fácil dos seus hábitos péssimos de pensamento: ……..“Você não vale nada. Sim, eu sou imprestável.. Olha agora você é ainda mais imprestável…”.

Um pensamento leva a outro em um loop de hábitos; e você quase não consegue processar essas palavras conscientemente.

Entre nessa briga com  o papel  como seu aliado , e percebera que  agora tudo parece ridiculamente fácil. Os argumentos do seu subconsciente são fracos e estúpidos. Você agora pode conversar “racionalmente” com as suas emoções.

2. Mantra

Vença a disputa na sua cabeça com um mantra. Não se coloque pra baixo por meio de insultos. Se alguém desconhecido dirigisse essas palavras, você ficaria profundamente ofendido e insultado (“imprestável de m****”, “bos**”, “babaca”, “fracassado”, “idiota”).

Seja tão irracional quanto seu cérebro emocional. Se recuse as conversar usando esses termos. Sempre que a insegurança chegar, responda com uma frase de efeito. Junte isso com uma música chiclete e cante isso várias vezes na sua cabeça.

Meu favorito é do Les Brown – “É possível”.

Se recuse a entrar em qualquer diálogo improdutivo consigo. Use os xingamentos que o seu subconsciente faz como gatilhos para o seu mantra:

“Você é um fracasso”.

“É possível, é possível, é possível, é possível!”.

“Você não consegue”.

“É possível, é possível, é possível, é possível!”.

“Isso vai acabar mal pra você”.

“É possível, é possível, é possível, é possível!”.

“Você não sabe nem por onde começar, seu idiota patético”.

“É possível, é possível, é possível, é possível!”.

3.Meditação

Apesar da meditação não resolver sozinha seu problema de auto conversa, vai  pelo menos te deixar mais consciente do que está acontecendo dentro da sua cabeça.

Reconhecer pensamentos pulando na sua cabeça enquanto não se submete a um deles ,te dará o poder de caminhar entre o impulso e o estímulo durante as ações normais do cotidiano. Você precisa dessa base para que você consiga fazer alguma coisa com os seus pensamentos. Se você não percebe que eles existem, mas responde a eles de maneira habitual; eles sempre vão gerar os mesmos impulsos autodestrutivos, pois isso é uma resposta à sua mente consciente.

Manter um diário tem um efeito parecido com a meditação, pois há um aumento de consciência, apesar de ser fácil a meditação pode ser feita em curtos períodos de tempo e praticamente em qualquer lugar.

4. Faça Ações Pequenas

Examinar sua auto conversa é apenas metade do trabalho. Para realmente fugir do pensamento excessivo você precisa agir com mais frequência.

Você funciona no infinitivo: Crença – Pensamento – Ação – Loop de Feedback.

A maneira mais fácil de afetar esse sistema é tomando atitudes. Uma pessoa normal tem pouco ou nenhum controle sobre seus pensamentos ,  e menos controle ainda sobre suas crenças.

Se você quer se exercitar, comece com apenas uma reflexão. Se você quer ler mais, leia um paragrafo. Se você quer se tornar um escritor, escreva uma frase. Se você quer poupar mais dinheiro, guarde o primeiro dólar. E procure fazer essas ações com consistência  e perseverança ao longo dos dias.

Cada vez que você faz uma ação como essas, seu feedback muda e afeta suas crenças e pensamentos. E, o mais importante é que cada segundo dedicado a isso não é gasto com o pensamento excessivo. Não é possível que você fique pensando demais e tome uma atitude ao mesmo tempo. Com cada ação pequena você vai tirando o espaço que  o pensamento excessivo tomava na sua mente.

Não se preocupe se suas ações são pequenas. Elas vão se tornar maiores com o tempo.

Essa é a lei da vida.  O Efeito Composto

 

Escrito por Michal Stawicki – Livre tradução, com autorização do autor!

Filosofia de vida de Michal: Expanda para além de si mesmo! Mude você, mude sua vida, mude o mundo!

Texto original em http://www.expandbeyondyourself.com/ – e-mail: michal@expandbeyondyourself.com

Livros do autor (Amazon): http://www.expandbeyondyourself.com/about/my-books/

Traduzido por Fábio Ricciardi Reis – Músico nas horas vagas (por enquanto), professor de inglês, guitarra e canto. Produtor musical dos bons. Jogador de basquete de fim de semana perdido no país do futebol. Gosto de pizza, pizza e também pizza; não há necessidade de outra comida no mundo, afinal, tudo acabará em pizza. Faço traduções e dou aulas particulares, gosto de descontração, porém sem perder o foco. Contato: (11)97535-4151, (11)94785-9755.

Glória Cristina Porto Coelho

Glória Cristina Porto Coelho

Eu, Glória, nasci aqui nesta cidade (São Paulo), que muitos dizem caótica, mas que me acolhe tão bem. Sinto-me honrada por ter meus pais como companheiros, nesta viagem aqui na terra, pessoas sábias que do seu modo me ensinaram a ética e valores que trago comigo até hoje. Com eles aprendi o que é a verdadeira compaixão e entendi a necessidade da colaboração entre as pessoas e o gosto pela terra, pela natureza, pelas plantas e pelo trabalho.
Escolhi estudar Farmácia-Bioquímica sem mesmo saber que ela me levaria na trilha do autoconhecimento, pois a partir das indagações de como melhorar a saúde das pessoas que tanto gosto, descobri que aquilo que tinha nas mãos, apesar de ser uma ferramenta fantástica, “os medicamentos”, eles em algumas vezes não melhoravam as condições de bem-estar e harmonia do ser humano. Foi então que iniciei a busca pelo link oculto entre o científico e o "sentir”, e descobri que há outras ferramentas que melhoraram as condições internas e psicológicas, que necessariamente não passam pelo medicamento, por isso cursei Homeopatia e Naturopatia, onde aprendi sobre aromaterapia, massagens, reiki, noções de cromoterapia e PNL, enfim, percebi mudanças internas e nos outros também. Aliando o trabalho em farmácia com manipulação, que transforma as matérias primas em medicamentos, com as orientações e palavras de conforto, fui apreendendo que a boa vontade em ajudar era a grande ferramenta para dar o start na melhora das pessoas.
O encantamento foi tanto que me especializei em Acupuntura e Fitoterapia, tudo na busca de recursos para o bem-estar do ser humano.
Estudei biologia molecular e me deparei com as verdades da física quântica, a energia do ambiente, enfim tudo se interliga - a ciência, o sentir, as energias.
Percebo que há inúmeras gavetas, portas, “chaves e fechaduras” e elos que acessam a vida dentro de mim, me tornando consciente do meu presente e do meu viver. Sei que posso aliar estas ferramentas e me tornar uma mestre em minha própria vida. Cada vez mais me apaixono por todas estas ferramentas disponíveis que posso utilizar no meu dia a dia.
Estou certa de que quero e sou capaz de passar algumas dicas para vocês, referente à jornada que busca apenas tão somente um bem viver.
Obrigada, muito obrigada sempre!

1 comentário

Clique aqui para fazer um comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

  • Oi Gloria.
    Muito legal este site! Muitas coisas podendo ser colocadas e esclarecidas. A um mundo de situações e experiencias que podem ser trocadas e ampliadas por aqui.
    Agora, dei uma olhada ligeira , para o tanto de assuntos que que aqui se proõe!
    Parabens e obrigada
    Beijos
    Miriam